A Borboleta da Praia (Parides ascanius) está na lista das espécies ameaçadas de extinção, ela é encontrada apenas no litoral do Estado do Rio de Janeiro, nas áreas entre a Praia de Atafona no norte do Estado e a Praia de Mangaratiba ao Sul. Ela é preta e branca com algumas manchas vermelhas nas asas inferiores, seu tamanho chega a 10 cm de envergadura.

Na fase de lagarta, a borboleta da Praia se alimenta e se reproduz de uma de uma vegetação rasteira conhecida como jarrinha (Aristolochia macroura) , como se alimenta apenas dessa planta, à medida que as construções vão aumentando nas áreas litorâneas, a planta fica escassa e a Borboleta da Praia não tem como se alimentar. Já na sua fase adulta ela encontra um excelente  mecanismo de defesa, quando ingerida causa a morte de seu predador.

A Borboleta da Praia vem sofrendo as conseqüências da especulação imobiliária no litoral do Rio de Janeiro. A maneira mais adequada de proteger a espécie, permitindo que ela possa  se alimentar e  se reproduzir  em abundância é a  formação de áreas de preservação ambiental. Atualmente pode-se apreciar a beleza da borboleta da Praia no Parque Municipal de Marapendi no Recreio dos Bandeirantes, uma área de 10 mil Km que resguarda a paisagem dos ecossistemas de restinga e manguezal e permite ao visitante entrar em contato com espécies da fauna e flora típicas da região.


Parque Municipal de Marapendi

Av. Alfredo Baltazar da Silveira, s/n°, recreio dos Bandeirantes.

Tel. (21) 2497 7088